© 2017 VAI CORRENDO. Orgulhosamente desbravando as trilhas

XCRUN Búzios 2016

October 24, 2016

Rio de Janeiro – 2º feira

 

Já acabou!! E eu estou de volta ao trabalho, com os braços arranhados e as pernas ligeiramente doloridas. Estranho que esse ano não estou tão destruída assim... como meu marido costuma dizer:

 

- É porque não fez força!!

 

Mas eu fiz... !! E agora, relembrando a prova eu sei que fiz tudo certinho em relação a escolha de equipamento e estratégia de prova... errei apenas na alimentação, mas tenho certeza de que foi antes da prova, e não durante.

 

Em pé em baixo do pórtico eu observava a multidão que, apoiada nos cavaletes ao longo da Rua das Pedras, esperava o som da nossa largada. Em silêncio agradeci estar ali. Fui preenchida por uma alegria inexplicável assim que liguei minha música e comecei a correr. Mesmo cercada de adversárias, eu estava ali sozinha, focada. Meus olhos alternavam apenas entre o piso, e as faixas indicando o caminho a seguir. E assim eu fui, cercada por lembranças de anos anteriores, mesclando passado, presente e futuro me distraía com meus pensamentos enquanto percorria os cenários paradisíacos de Búzios, um lugar mágico na minha vida.

 

Eu tinha que vencer, e sabia que só dependia de mim para aguentar aquele ritmo. Foi o que pensei quando me informaram na passagem dos 21km que a segunda colocada estava a apenas 3 minutos atrás. Isotônico gelado, água no rosto... e força.. corre Rosalia, corre!! Falta pouco! Era o que repetia para mim mesma.

Sentia tudo sob controle até chegar aproximadamente no 35km, quando comecei a sentir muita dor na barriga... e assim foi meu último trecho... me sentindo muito enjoada e desconfortável.

 

Não estava conseguindo nem beber água sem vomitar. Isso foi estranho... pela primeira vez na vida senti dor de barriga e enjoo durante uma corrida, e isso me levou a parar diversas vezes durante os últimos 5 kms para ir ao “banheiro”. Por conta disso meu tempo foi super alto em relação aos anos anteriores, e cada vez que eu parava... olhava para trás para ver se tinha alguma adversária chegando! Foi tenso!!

 

Quando finalmente cheguei na Praia do Canto respirei aliviada... eu tinha conseguido!! Tive que dar um mergulho para me lavar... e que alegria foi entrar na água do mar! Sorridente, e sentindo o sabor gostoso do sal na boca, corri lentamente através da Rua das Pedras... curtindo cada detalhe daquele momento único.

Vencer uma prova requer muita dedicação minha, mas naquele instante eu senti a força das pessoas... e me dei conta que essa torcida estava comigo desde a largada, me lembrei da energia positiva de cada atleta me passava ao longo da corrida, com palavras e gestos.

 

E em silêncio mais uma vez agradeci, porque vencer nunca é fácil, e eu tinha conseguido... aliás nós conseguimos!! Parabéns a todos que, assim como eu, superaram seus limites e cruzaram a linha de chegada!!

 

Parabéns XCRUN por mais um evento perfeito!!

 

 

 

Please reload

Posts Em Destaque

Meu relato das 100MI Patagônia Run 2018

April 11, 2018

1/1
Please reload

Posts Recentes

September 11, 2017

August 11, 2017